RMJI – CAPÍTULO 22: DESVIO DE QIGONG

Tradução: Derow   |   Revisão: Derow

Olhando para as costas de Li Feiyu desaparecendo gradualmente enquanto ele se afastava, Han Li ficou silenciosamente onde estava, perdido em contemplação.

Depois de terem concordado em se encontrar ao meio dia no dia seguinte, o Discípulo Sênior Li tomou a iniciativa de dizer adeus a Han Li, falando que ele tinha que meditar para curar completamente seus ferimentos.

Depois de falarem por muito tempo, Han Li não perguntou a Li Feiyu por que ele havia consumido a pílula. Han Li sabia que mesmo se ele tivesse perguntado, seria inútil porque as coisas que já aconteceram não poderiam ser mudadas.

A partir de suas observações, Li Feiyu estava disposto a abandonar seu futuro, apenas por um curto período de 10 anos de fama e glória. Isso provavelmente significava que ele tinha algum motivo subjacente, o que não lhe permitia escolha. Ninguém jamais se suicidaria, então se Han Li realmente perguntasse a Li Feiyu, seria como colocar sal nas feridas.

Obviamente, o que Han Li fez estava correto. Antes que Li Feiyu partisse, quando viu que Han Li não o questionou sobre o motivo pelo qual ele estava tomando a Pílula da Extração de Essência, ele estava agradecido por Han Li não ter perguntado. Han Li sabia que, embora Li Feiyu não mencionasse nada, ele assumiu que ele devia um favor a Han Li.

Han Li estava preparado para cumprir sua promessa ao Discípulo Sênior Li, então não só ele não espalharia o segredo, mas também faria um remédio para aliviar a dor para o Discípulo Sênior Li.

A razão para ele fazê-lo era simples. Como o Discípulo Sênior Li não era uma pessoa vil, e ele queria realmente matar Han Li, Han Li pensou que ele poderia usar essa oportunidade para aumentar a quantidade de favores que o Discípulo Sênior Li lhe devia. Então, no futuro, o Discípulo Sênior Li teria dificuldade em recusar seus pedidos.

Nos próximos anos, as habilidades marciais de Li Feiyu aumentariam exponencialmente a medida que a pílula Extração de Essência queimava sua força vital, então ele seria de ajuda imensa para Han Li no futuro. Mesmo que Han Li não precisasse desse favor, não o importava muito. Ser capaz de ajudar um personagem como Discípulo Sênior Li também fez com que Han Li se senta feliz em seu coração. Embora o Discípulo Sênior Li não seja uma boa pessoa, Han Li sabia que depois dos acontecimentos de hoje, Li Feiyu não o prejudicaria.

Han Li executou toda a sequência de eventos que aconteceu hoje em sua mente novamente. Foi somente quando ele estava certo de que tudo tinha sido considerado que ele voltou para o Vale Mão de Deus.

Depois que ele se dirigiu de volta ao Vale Mão de Deus de forma descontraída, Han Li começou os preparativos para fazer o remédio que iria aliviar a dor do Discípulo Sênior Li. Era relativamente simples para Han Li inventar este medicamento, pois ele poderia encontrar todos os ingredientes que ele precisava no jardim de ervas medicinais. O único processo que foi ligeiramente complexo era o processo de fabricação. Deve dedicar total atenção. Caso contrário, a chance de falha seria alta.

Depois de uma tarde ocupado, Han Li inventou a quantidade de medicamento para aliviar a dor por um ano, que o Discípulo Sênior Li precisava. Ele não produziu mais intencionalmente, pois queria que o Discípulo Sênior Li o buscasse depois que todo o medicamento fosse consumido para que ele pudesse aumentar sua importância nos olhos do Discípulo Li. Desta forma, o Discípulo Sênior Li não poderia facilmente esquecer seu favor.

No meio da noite, Han Li ficou de repente atingido por uma sensação de solidão enquanto levantava a cabeça para contemplar as estrelas no céu preto e começou a relembrar.

Ele estava pensando em sua família em sua aldeia!

Ele tinha deixado a aldeia há 4 anos e, desde que chegou à montanha, ele havia cultivado diligentemente a fórmula misteriosa sem nome todos os dias e não teve tempo para visitar sua família. A única coisa que ele fez para diminuir sua mágoa era enviar moedas de prata todos os meses, esperando que sua família estivesse vivendo uma vida melhor. Ele apreciou profundamente as cartas que seus pais o escreviam, embora não houvesse muita coisa escrita nas cartas além de dizer-lhe que tudo estava indo bem com a família, seu Segundo Irmão tinha se casado, e as coisas estavam melhorando por causa da prata que ele enviava. Ao ler essas cartas, Han Li se sentia muito melhor. No entanto, ao longo dos anos, Han Li sentiu que o tom das cartas estavam se tornando cada vez mais educado como se estivessem escrevendo para um estranho! Inicialmente, isso causou medo em seu coração. Ele não sabia o que fazer nesta situação. No entanto, com o passar do tempo, esse sentimento de medo gradualmente diminuiu enquanto a imagem de sua família em sua mente gradualmente tornou-se borrada.

Ele relembrou sobre questões do passado, pensando naquela sensação calorosa do tempo em que ele ainda estava na aldeia quando a melancolia de repente o atingiu. Esse sentimento caloroso era muito valioso para ele, pois ele sabia que ele nunca mais poderia saboreá-lo novamente.

Han Li colocou a mão em seu peito, usando os dedos para segurar o amuleto de boa sorte que estava na bolsa de couro pendurada em seu pescoço.

Sempre que ele estava frustrado, ele só precisaria segurar o amuleto de boa sorte para se acalmar… mas esta noite, depois de segurá-lo, seu coração ficou cada vez mais nervoso, e ele não conseguiu se acalmar.

Ele era incapaz de controlar suas emoções porque havia uma depressão em seu coração, o que, por sua vez, provocava reações corporais estranhas em Han Li. Seu sangue começou a subir ao mesmo tempo em que o Qi em seu corpo começou a ficar desordenado.

“Desvio de Qigong!” Estas duas palavras apareceram em sua mente. Han Li levantou-se e respirou fundo, suprimindo à força o estado caótico enquanto ele dizia a si mesmo para ficar calmo. Agora que o Dr. Mo estava ausente, ele só podia depender de si mesmo para resolver esta crise.

Ele não sabia por que ele estava sofrendo do desvio de Qigong, e sua mente continuou a pensar sobre. Embora agora não tenha sido o melhor momento para questionar o motivo, ele ainda tentou encontrar a causa para cortar o problema em sua raiz, pois era a melhor forma de se recuperar do desvio de Qigong.

Han Li girou a cabeça enquanto examinava seus arredores, mas nada parecia suspeito.

Ele tocou o queixo com a mão direita e ao mesmo tempo, sua mão também bateu contra algo no peito.

O nome dos dois itens ‘Bolsa de couro, amuleto de boa sorte’, apareceram em sua mente.

“Poderia ser o amuleto de boa sorte que causou a reação?” Han Li não tinha certeza, mas ele não teve tempo de hesitar agora, pois a condição de seu corpo estava piorando e havia sinais de que ele logo seria incapaz de controlar o Qi.

Han Li soltou a bolsa de couro de seu pescoço decididamente e atirou-o para longe dele.

“Não, algo está errado, eu me sinto ainda pior. O aumento do meu Qi está ficando mais violento.”

Han Li suprimiu vigorosamente o Qi em ascensão enquanto olhava para a bolsa de couro com os olhos vermelhos, esperando encontrar a razão pela qual ele sofreu mais depois que ele tinha jogado a bolsa.