RMJI – CAPÍTULO 27: CRIANDO ELIXIRES LENDÁRIOS

Tradução: Derow   |   Revisão: Derow

Enquanto o Dr. Mo estava fora, Han Li sabia que o frasco estaria temporariamente seguro dentro do Vale Mão de Deus, porque ele era o único lá. Normalmente, nenhum intruso entraria precipitadamente no vale. Isso garantiu um pequeno período de tempo em que era improvável que ocorresse algo inesperado.

Han Li já havia calculado quando o Dr. Mo retornaria. Se o Dr. Mo não pudesse encontrar nenhum ingrediente medicinal bom nas regiões vizinhas, ele provavelmente iria procurar em locais mais remotos. Era muito provável que ele tivesse que ir a uma das antigas florestas no fundo das montanhas, onde os homens raramente se arriscariam. Somente nesse tipo de regiões desoladas, haveria alguma chance de obter alguns ingredientes medicinais raros. No entanto, o Dr. Mo precisaria de pelo menos um ano para viajar para as montanhas, reunir ingredientes medicinais e retornar ao vale.

O Dr. Mo já estava fora há quase meio ano. Han Li estimou que ele tinha mais seis a sete meses antes de o Dr. Mo voltar para a Seita dos Sete Mistérios. Com o tempo que ele deixou, Han Li faria todo o possível para acelerar o crescimento de tantas ervas medicinais tanto quanto possível. Ele sabia que não podia desperdiçar cegamente o líquido verde, então ele planejava adquirir apenas os ingredientes medicinais que ele usaria em algumas fórmulas preciosas.

Han Li rapidamente procedeu para fazer os medicamentos que aumentariam sua força e o ajudariam a romper os gargalos. Eles eram exatamente as fórmulas medicinais que Dr. Mo tinha deixado no vale para fazer. No entanto, o Dr. Mo foi obrigado a se aventurar fora do vale devido à falta de ingredientes medicinais necessários. Qualquer um desses ingredientes seria praticamente impossível para uma família comum obter no mercado devido à sua raridade pura. Os cultivadores de Jiang Hu até lutariam por esses raros tesouros com todas as suas forças.

Com os conhecimentos médicos extremamente brilhantes do Dr. Mo, ele poderia fazer medicamentos que só ele sabia como fazer, incluindo fórmulas nunca antes vistas. Mesmo assim, embora o Dr. Mo soubesse o método de produzir esses medicamentos, ele não conseguia fazer nada se não tivesse os ingredientes. Sendo assim o Dr. Mo só podia suspirar.

Quando Han Li havia estudado a arte da cura sob a tutela do Dr. Mo, ele estava muito interessado nestas receitas raras. Embora ele nunca tenha esperado que ele pudesse fazer esses preciosos elixires, ele se lembrou muito dessas receitas. O Dr. Mo soube do entusiasmo de Han Li por aprender essas fórmulas com uma atitude indiferente. Sempre que Han Li perguntou, o Dr. Mo ensinaria a Han Li com grande detalhe. Nada foi escondido de seu discípulo. O Dr. Mo provavelmente acreditava que suas fórmulas e conhecimentos se perderiam para sempre se ele não as passasse para frente.

Aprender essas fórmulas agora se tornou o passatempo de Han Li. Ele entrou com entusiasmo nos campos todos os dias para acelerar o crescimento das ervas medicinais de acordo com os requisitos das fórmulas. Ao fazer isso, ele não se atrevia a relaxar nem um pouco, pois sabia que seu tempo era limitado. Ele tinha que se apressar e terminar de fazer esses medicamentos antes que o Dr. Mo voltasse. Uma vez que doutor voltasse, Han Li esconderia e se afastaria do frasco, não sendo mais capaz de usar facilmente o frasco outra vez.

Han Li não tinha o menor grau de confiança de que ele pudesse usar a pequeno frasco na presença do Dr. Mo sem revelar seu poder. Ele sabia em seu coração que o Dr. Mo era uma pessoa extremamente perspicaz e cuidadosa. Então, Han Li não queria dizer ao Dr. Mo sobre o segredo do frasco.

Han Li achou que a relação que ele tinha com o Dr. Mo era bastante peculiar. Definitivamente, não era tão simples como um relacionamento comum entre mestre-discípulo.

O Dr. Mo sempre olhava para ele com um olhar peculiar. Isso sempre fazia Han Li pensar que o Dr. Mo estava escondendo um segredo mortal. Especialmente nos últimos dois anos, Han Li sentiu que esse sentimento cresceu cada vez mais forte. Isso fez o Dr. Mo e Han Li incapazes de ter a relação íntima entre um mestre e discípulo comum. Se não houvesse nada para falarem, então haveria silêncio.

O Dr. Mo realmente o havia tratado excepcionalmente bem em sua vida diária, nunca abusando fisicamente ou verbalmente de Han Li. Além disso, o Dr. Mo não poupou nenhum esforço para ajudar a criar as melhores condições para Han Li cultivar o cântico. No entanto, parecia haver uma barreira que de separação que não existia entre um mestre e um discípulo comum, mas essa atmosfera embaraçosa flutuava entre eles.

O Dr. Mo percebeu claramente que essa lacuna existia. No entanto, ele não sentiu a menor necessidade de remediar a indiferença mútua entre o mestre e o discípulo, deixando que fosse assim. A única vez em que ele se envolveu diretamente na vida de Han Li era sempre quando ele incitava Han Li a aumentar o ritmo de seu cultivo. Toda vez que o Dr. Mo visitava Han Li, o aspecto grotesco de seu olhar diminuía gradualmente, tanto que depois de um longo período de tempo, não era mais visto.

No entanto, o aguçado sexto sentido de Han Li o informou que o Dr. Mo não abandonou verdadeiramente seus planos, mas sim passou a esconder ainda mais suas intenções. Sendo assim, a vigilância de Han Li contra o Dr. Mo aumentou ainda mais. Sob essas circunstâncias, como ele poderia ousar deixar o Dr. Mo conhecer o segredo do frasco?!

Han Li tinha aprendido uma lição inabalável depois de ler inúmeros livros de história: “abstenha-se de machucar os outros, mas mantenha a guarda contra aqueles que tentam machucá-lo.”

Independentemente de o Dr. Mo realmente querer prejudicá-lo, fortalecer sua guarda não seria uma decisão ruim, mesmo que seus sentimentos estivessem equivocados. Se o Dr. Mo tivesse realmente pretendendo prejudicá-lo, a guarda reforçada de Han Li poderia impedi-lo de sofrer uma lesão grave. Se o seu sexto sentido estivesse enganado, então uma guarda reforçada não o prejudicaria. De qualquer maneira, Han Li não tomaria a iniciativa de prejudicar seu mestre. Han Li ainda era o discípulo do Dr. Mo e faria todo o possível para ser um discípulo filial.

Han Li não estava muito confortável com seus sentimentos em relação ao Dr. Mo. Afinal, esse tipo de relacionamento estranho entre mestre-discípulo era inédito na Seita dos Sete Mistérios. Pensando nisso, Han Li não podia deixar de suspirar.

A misterioso frasco dourado absolutamente não poderia ser usada quando o Dr. Mo retornasse. No entanto, Han Li sabia que mesmo que conseguisse de alguma forma esconder isso do Dr. Mo, outra pessoa da Seita dos Sete Mistérios poderia descobrir o segredo por acidente. Sua melhor escolha era esconder o frasco para sempre e agir como se nunca tivesse existido.

Não desejando separar-se para sempre do frasco, Han Li decidiu usar o frasco com grande cautela, quando o Dr. Mo voltar. No momento em que ele tomou essa decisão, Han Li relaxou sua mente e adormeceu em sua cama.

Nos meses seguintes, Han Li secretamente usou o líquido verde do frasco para acelerar o crescimento de grandes quantidades de ingredientes medicinais preciosos. Ele então usou esses ingredientes medicinais de acordo com a fórmula, inventando muitos medicamentos raros. Mas no processo de inventar os elixires, ocorreram muitas falhas. Cada falha deixou Han Li uma dor duradoura, uma vez que os ingredientes utilizados para tornar os medicamentos eram raros e da mais alta qualidade. Cada falha representava um desperdício de uma quantidade gigantesca de prata. No entanto, ele não pode ser culpado. Esta foi a primeira vez que ele tentou fazer essas fórmulas, por isso, várias vezes isso era inevitável. Mesmo que o Dr. Mo tivesse composto pessoalmente esses medicamentos, ele teria cometido um ou dois erros. Somente assim poderia Han Li se consolar.

“Pílula do Dragão Amarelo”, “Pó do Espírito Puro”, “Pílula da Essência de Ouro” e “Pílula da Elevação de Vitalidade”. Esses medicamentos raros, eram raramente vistos no mercado, foram colocados em dezenas de pequenas garrafas. Um por um, eles estavam perfeitamente dispostos na frente de Han Li. Quando Han Li olhou para essas pequenas garrafas, seu rosto iluminou-se em prazer. Com estes medicamentos milagrosos, ele conseguiria atingir a quinta ou talvez até a sexta camada sem gastar muito esforço, sem falar a quarta camada.

Entre estes medicamentos, a “Pílula do Dragão Amarelo” e a “Pílula da Essência de Ouro” o ajudariam a aumentar sua força, aumentando assim seu poder e teve o maravilhoso efeito de reconstruir seu corpo e ossos. “Pó Espírito Puro” era uma panaceia desintoxicante mundialmente conhecida, capaz de dissolver milhares de venenos mortais. Por último, “Pílula da Elevação de Vitalidade” era um medicamento lendário que tinha um efeito surpreendente sobre lesões internas. Independentemente de quantas lesões graves internas e externas o indivíduo sofrera, desde que ele pudesse comer a pílula permaneceria vivo, qualquer ferimento seria imediatamente curado, permitindo que a vida fosse preservada.