SG – Capítulo 16: Escorpião de Quartzo

Tradução: Pumpkin |   Revisão: Pumpkin

Han Sen desativou a armadura de alma de besta e retornou ao Abrigo Blindado de Aço. Quando ele entrou no portão, encontrou um conhecido.

“Sen?” Han Hao ficou surpreso ao vê-lo.

“Han Hao, você conhece o Esquisito do Cu?” Os companheiros de Han Hao reconheceram Han Sen e olharam estranhamente para Han Hao.

“Não, cara errado. Vamos!” Han Hao parou e parecia embaraçado. Sem dizer ‘oi’, ele passou por Han Sen.

Han Hao não esperava que Han Sen estivesse no mesmo abrigo, nem que ele também era o infame Esquisito do Cu. Se vazasse que ele era o primo de Han Sen, Han Hao não podia imaginar o que Filho do Céu e Qin Xuan fariam com ele.

Han Sen sorriu ironicamente e não expôs a mentira de Han Hao. Como Han Hao não queria nada com ele, por que ele prejudicaria seu primo?

Com dois milhões, Han Sen saiu do Santuário de Deus e voltou para casa. Ele pediu ajuda ao Sr. Zhang com os procedimentos legais relativos à casa velha, a fim de evitar mais disputas com seus parentes. Depois disso, Han Sen sentiu-se muito mais relaxado. Tudo seria cuidado e a vida só melhoraria. Quando ele ganhasse mais dinheiro, Han Yan poderia ir a uma escola particular, onde poderia obter uma educação muito melhor do que a dele. Em algumas escolas de elite, ela podia até mesmo aprender Artes de Hiper Gene e ter um começo muito melhor.

Para entrar em uma escola de elite, no entanto, sua família deve ser Aristocrática. Então, Han Sen deve completar uma evolução e ganhar o título.

“Isso seria moleza para mim. Eu posso até mesmo ter o título de aristocrata de Linhagem Sagrada, se eu quiser.” O espírito de Han Sen estava alto.

“Irmão, você está aqui?” Han Yan estava usando pijama floral e segurando uma boneca em suas mãos, cruzou a cabeça pela a porta e procurou por Han Sen.

Ao ver Han Sen sentado na cama, ela correu e se encostou contra ele com a boneca.

“Garota desobediente, você ainda está acordada?” Han Sen beliscou o nariz dela.

“Yan quer ouvir uma história! Sempre foi você que me contava histórias, e eu sinto sua falta desde que ficou menos presente.” Han Yan olhou para Han Sen com olhos lacrimejantes.

Han Sen suspirou secretamente. Desde que ele se formou e entrou no Santuário de Deus, quase não teve tempo para sua irmãzinha, o que fez se sentir tão culpado.

“Vou contar uma história para Yan agora mesmo.” Han Sen sentou Han Yan em seu colo, abriu um livro de histórias e leu suavemente: “Era uma vez…”

Depois que Han Sen voltou ao Santuário de Deus, decidiu pegar uma Criatura Primitiva para se alimentar, que se transformaria incrivelmente em uma criatura mutante em meio mês.

Mas Han Sen ficou mais curioso para saber quanto tempo levaria para se tornar uma Criatura de Linhagem Sagrada, a qual ele mais precisava.

Ainda era relativamente fácil caçar uma silvestre Criatura Mutante, mas quase impossível caçar uma de Linhagem Sagrada. Pegue o Assassino Sanguinário como exemplo: Ele nunca conseguiria matá-lo, se não fosse gravemente ferido pelo Filho do Céu.

No momento em que Han Sen saiu do seu quarto, ele foi puxado por alguém.

Han Sen virou-se e viu Han Hao, que o puxou para um lugar remoto. Depois de confirmar que não tinha ninguém por perto, Han Hao disse: “Como você causou tanto problemas! Nem faz tanto tempo que você está aqui, e já conseguiu irritar a gangue de ambos, Qin Xuan e Filho do Céu.

“Eu não quis fazer isso.” Han Sen disse casualmente.

“Eu não me importo. Você está sozinho pelas coisas estúpidas que você fez. Você não pode dizer que eu sou seu primo ou que me conhece na frente dos outros. Acabei de começar aqui e tenho um futuro brilhante, e não será destruído por você.” Disse Han Hao, olhando para Han Sen.

“Claro, não vou contar.” Han Sen sabia que seu primo estava o desprezando, desde que foi à educação obrigatória e integrada, e não tinha chance de apoiá-lo nessas circunstâncias. Claro, ele também não era obrigado.

“Isso está resolvido então. Não diga que você me conhece.” Han Hao disse a Han Sen novamente, antes de sair, temendo que alguém os visse juntos.

Han Sen saiu do Abrigo Blindado de Aço e foi até as montanhas. Ele não planejava caçar mais Bestas de Dentes de Cobre, pois tinha o suficiente de sua carne e não ganharia mais pontos de gene primitivo delas. Era outra criatura primitiva que estava procurando. Ele podia comer muita carne e levar uma também para evoluir.

Han Sen escolheu um lugar chamado de Caverna Barathrum para caçar desta vez. Era uma caverna remota nas montanhas, onde criaturas primitivas, como os Escorpiões de Quartzo, viviam.

Como era tão escuro e estreito na Caverna Barathrum, mesmo com equipamentos de iluminação, às vezes, ainda era difícil ver Escorpiões de Quartzo escondidos em túneis de rocha.

Se fosse picado por esses escorpiões, demoraria apenas três a cinco minutos, antes que alguém pudesse maximizar os pontos de gene primitivo, e seria envenenado até a morte.

Portanto, poucas pessoas escolheriam Escorpiões de Quartzo como seus alvos. Com a Armadura do Besouro Preto, no entanto, Han Sen não estava arriscando muito, pois não era provável que os Escorpiões de Quartzo pudessem machucá-lo.

Ele escolheu os Escorpiões de Quartzo, pois, em primeiro lugar, era fácil de se esconder dos outros na caverna. E, em segundo lugar, um Escorpião de Quartzo tinha apenas o tamanho de um punho, então seria fácil para ele carregar seus corpos de volta, ao contrário de grandes presas que era difícil de transportar. Em terceiro lugar, se ganhasse uma alma de besta de um Escorpião de Quartzo, ele também faria uma fortuna, pois era uma arma como adaga militar, que tinha veneno e era incrivelmente afiada. Como uma alma de besta primitiva, seu preço era quase tão alto como a de uma mutante.

Na boca da caverna, Han Sen assegurou-se de estar sozinho e invocou sua armadura, entrando preparado na Caverna Barathrum.

Como o equipamento de iluminação moderno não funcionava no Santuário de Deus, Han Sen trouxe uma tocha auto-feita, com a qual ele só podia ver vários pés¹ na frente dele. Com a mica nas rochas refletindo a luz, ele dificilmente podia ver os escorpiões escondidos.

(¹:1 pé tem 30,48 centímetros, ²:minério: designação comum aos membros de um grupo de silicatos monoclínicos, foliados, com excelente clivagem basal; são comuns em muitas rochas ígneas e metamórficas, us. como isolantes e algumas vezes em objetos ornamentais)

Tinir!

Han Sen logo sentiu um golpe no pé. Ele olhou para baixo e viu um escorpião azul-escuro com o tamanho de um punho, que o picou com a calda.